A PROFISSÃO

A profissão de Administrador é relativamente nova e foi criada no Brasil em 9 de setembro de 1965, data que se comemora o dia do Administrador.
Os primeiros administradores profissionais (administrador contratado, que não é o dono do negócio) foram os que geriam as companhias de navegação inglesas a partir do século XVII. Estas empresas foram as primeiras sociedades anônimas que se tem notícia.
Administrar envolve a elaboração de planos, pareceres, relatórios, projetos, arbitragens e laudos, em que se exija a aplicação de conhecimentos inerentes às técnicas de administração.
Habilidades do Administrador
Habilidades Técnicas: Saber utilizar princípios, técnicas e ferramentas administrativas. Saber decidir e solucionar problemas.
Habilidades Humanas: Saber lidar com pessoas, comunicando-se eficientemente, negociando, conduzindo mudanças, obtendo cooperação e solucionando conflitos.
Habilidades Conceituais: Ter Visão Sistêmica.
Atitudes do Administrador
Proativo, ousado, criativo, bom exemplo, cumpridor das promessas, saber utilizar seus princípios, ser cooperativo e ser um bom líder ajudando os funcionários para que eles possam crescer junto com a empresa.
Símbolo da Profissão
Este é o símbolo do Administrador. O símbolo é composto de um emblema que representa a profissão de Administrador, cuja concepção e composição é detalhada no “Manual de Identidade Visual da Profissão, inclusive especificações de cores, para aplicação em policromia ou em preto e branco.
O símbolo escolhido para identificar a profissão do administrador tem a seguinte explicação justificada pelos seus autores: ul>
O quadro como ponto de partida: uma forma básica, pura, onde o processo de tensão de linhas é recíproco. Sendo assim, os limites vertical/horizontais entram em processo recíproco de tensão.
Uma justificativa para a profissão, que possui também certo limites em seus objetivos: organizar, dispor para funcionar, reunir, centralizar, orientar, direcionar, coordenar, arbitrar, relatar, planejar, dirigir, encaminhar os diferentes aspectos de uma questão para o objetivo comum”.
“O quadro é regularidade, possui sentido estático quando apoiado em seu lado, e sentido dinâmico quando apoiado em seu vértice (a posição escolhida)”.
“As flechas indicam um caminho, uma meta, a partir de uma premissa, de um princípio de ação (o centro)”.
“As flechas centrais se dirigem para um objetivo comum, baseado na regularidade (…) as laterais, as metas a serem atingidas”.
Dia do Administrador
Nove de setembro é o “Dia Nacional do Administrador”, por ser a data de assinatura da Lei nº 4769 de 9 de setembro de 1965, que criou a profissão de Administrador. O Dia do Administrador foi instituído pela Resolução CFA nº 65/68 de 09/12/68.
Juramento do Administrador
“Prometo dignificar minha profissão, consciente de minhas responsabilidades legais, observar o Código de ética, objetivando o aperfeiçoamento da Ciência da Administração, o desenvolvimento das Instituições e a grandeza do homem e da pátria”. O juramento foi oficializado pela RN CFA nº 201 de 19/12/97
Oração do Administrador
“Senhor, diante das organizações devo ter CONSCIêNCIA de minhas responsabilidades como ADMINISTRADOR. Reconheço minhas limitações, mas, humildemente, junto com meus companheiros de trabalho busco o consenso para alcançar a SOLUçãO e tornar o trabalho menos penoso e mais produtivo; Senhor, despido do egoísmo, quero crescer, fazendo crescer, também, os que me cercam e que são a razão de minha escolha profissional; Senhor, ADMINISTRE o meu coração para que ele siga o caminho do bem, pois, a mim caberá realizar obras sadias para tornar as organizações cada vez melhores e mais humanas.”
Adm. Rui Ribeiro de Araújo
Código de ética do Administrador (CEPA)
“O que importa nesse momento é que não se deixe de pensar em Moral, em ética e em ética Profissional; que não nos acomodemos diante do presente momento histórico que vivemos, onde a Moral, a ética não são mais os momentos retóricos e, portanto, cansativos. Urge que reflitam em todos os rincões sobre o valor moral e da ética, pois só assim mudaremos a ética do País.é o que propomos e é o que a Comissão de ética do CFA deseja despertar em todas as organizações”.
Tupinambá Paraguaçú
Mais informações do Código de ética no site: www.cfa.org.br